Categorias

Aqui você vai encontrar muitos contos e relatos eróticos, muitos que achei na net e refletem meus e seus gostos e desejos. Alguns serão de minha própria autoria também. Quem quiser contribuir e enviar suas próprias histórias, ou textos que achou pela net que combinam com o perfil do blog será muito bem vindo.
6:57 da tarde

O velho tarado

Ola meu nome é Márcia tenho 35 anos e sou separada do meu primeiro casamento. O que vo relatar aconteceu no verão passado quando estava passando uma semana de férias na praia. Sempre gostei de usar biquini pequenos e tbm não gosto de depilar muita a bucetinha ate porque acho que fica mais atraente uma bucetinha cabeluda. Estão vamos pros fatos, estava eu deitada de bruços pegando um sol na bunda quando noto que tinha alguém me espiando pelo muro do lado pois eu adorava tomar sol atraz de casa pra ficar mais à-vontade e ate fazer um top lês. Era o meu vizinho um senhor de mais ou menos 50 anos. Ele estava me espiando por uns tijolos fazendo movimentos com o braço e isso só poderia ser uma bela punheta em minha homenagem. Como eu estava de bom humor empinei a bunda e deixei que ele se divertisse com a visão do meu biquíni todo enterrado no meu traseiro. Depois levantei e fui lavar umas roupas perto do muro onde ele estava antes me observando, quando olho pra baixo la estava ele novamente então resolvi provoca-lo ainda mais deixando minha bunda bem perto da parede com isso ele poderia chegar bem perto pra ficar me espiando e socando punheta. Me abaixava e ficava de quatro enquanto lavava minhas calcinhas depois de ter feito todo trabalho com minhas roupas entrei e fui tomar uma banho. No banheiro não parava de pensas no velho tarado que era viúvo a mais ou menos 3 anos e por isso devia estar so se masturbando pra tirar o atraso. Depois do banho coloquei uma calcinha branca de renda que deixava minha bucetinha tipo capo de fusca como falam e atrás bem enterradinha . Saio do banheiro assim e vo pendurar a toalha na rua quando escuto um barulho nos fundos da casa. Fui ate a janela e afastei a cortina quando pro meu espanto vejo o velho cheirando minhas calcinhas com o pau de fora batendo uma punheta que modesta parte era um pau grande e grosso. Era minha chance de dar um gelo no tarado mas também estava gostando de ver ele me degejar daquele jeito. Abri a porta de supetão e ele quase caio de susto quando foi pego no fraga e sem deixar ele abrir aboca já fui falando, o que vc esta pensando seu tarado cheirando minhas calcinhas e se masturbando, vc acha que eu não sei que vc fica me espiando não ter vergonha não? Pra minha surpresa o cara de pau disse que sentia desejo por mim a muito tempo que desde a morte da sua mulher ele não tinha mais feito sexo mas não tinha coragem de me contar. Na verdade ele me desarmo com estas palavras e só ai fui notar que estava diante dele só de calcinha e sutiã. Olhei pro seu pau já meio mole mas ainda bem grande e disse: Vc quer bater uma punhata cheirando minha calcinha não quer? Então fica de joelhos e cheira minha bunda. O velho caio de joelhos afastou minhas nádegas e lambia, mordia,cheirava e tentava colocar a calcinha de lado mas eu não deixava mas confesso que estava loca pra deixar. Pedi pra ele se levantar e foi minha vez de ficar de joelhos. Seu pau estava super duro e com a mão comecei a bater uma punhetinha pra ele. Eu estava louca pra colocar aquela coisa grande e grossa na boca mas estava com um pouco de medo de levar isso adiante ate porque depois disso ele ia querer minha xotinha também. Mesmo assim encostei meu lábios naquela vara e fiz um boquete que não duro quase nada porque ele explodiu num gozo deixando minha boca toda melada. Beijos.se vc quer comentar me mande e-mail.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo