Categorias

Aqui você vai encontrar muitos contos e relatos eróticos, muitos que achei na net e refletem meus e seus gostos e desejos. Alguns serão de minha própria autoria também. Quem quiser contribuir e enviar suas próprias histórias, ou textos que achou pela net que combinam com o perfil do blog será muito bem vindo.
11:58 da tarde

No colo do padrinho...

Tenho uma afilhada de batismo que deixa todo mundo com tesão quando passa. Tem seios bem empinados, coxas bonitas bem arredondadas, bumbum de deixar qualquer um em órbita. Pois bem, aconteceu quando ela completou 18 aninhos. Os pais fizeram uma festa e tambem fui convidado. Na maior parte eram mocinhas e rapazes entre 15 e 20 anos. Era sábado a noite e a música misturada com cubas e cervejas foi avançando noite adentro. Meia noite só tinha algumas pessoas. Os pais dela foram dormir e eu fiquei ali tomando uma cerveja e só observando. Não demorou 15 minutos e só restava eu e ela vestida com uma blusinha e uma mini-saia tão curta que quase não cobria nada. Estou sem sono disse ela. Convidei-a para caminhar um pouco e ela aceitou. Como morávamos perto e minha esposa tinha ido visitar a mãe dela, dirigi-me para minha casa. Entramos, peguei mais cerveja e fomos sentar na sala. Ela sentou-se ao meu lado e não pude resistir de olhar aquelas coxas maravilhosas. Ai disse-lhe - quando você era pequeninha sempre me pedia um colo, e agora já moça tambem gostaria de te dar um colo. Não seja por isso disse ela e veio sentar-se no meu colo. Ao sentar-se a saia subiu e pude perceber que não usava nada por baixo. Meu pau começou a forçar o shorts e a cutucar a bundinha dela. Ela percebeu pois começou a me provocar dando umas reboladas. Dei-lhe um beijo e ela correspondeu. Foi o suficiente. Passei a mão na xoxota e ela tava bem molhadinha. A partir dai não demorou mais nada, em segundos estávamos sem roupa, e um chupando o outro. Notei que ela gozou e pediu para ser penetrada. Não me fiz de rogado e em segundos gozamos juntos de novo. Depois ficamos dormindo até às quatro e meia da manhã. Acordei com ela fazendo um boquete. A tesão voltou e como estava deitado de costas, ela foi sentando no meu cacete, só que desta vez ela preferiu ser enrabada. Pude perceber que já devia ter dado bastante o cuzinho, pois meu pau entrou como uma luva. Foi subindo e descendo me deixando tonto de tanto tesão. Gozamos mais uma vez, tomamos um banho, e em seguida ela foi para casa. Hoje ela está com 21 anos e eu com 51, mas ainda me procura quando estou sózinho para gostosas fodas. para troca de idéias

0 comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo